Viva São Paulo

São Paulo a pé

Avenida Paulista e Jardins

Inicie o passeio pela Estação Consolação, passando por uma das ruas mais agitadas da cidade, a Rua Augusta, repleta de opções de entretenimento e gastronomia; na altura do nº 2.064, acontece a Feira de moda e artesanato “Como Assim?” aos domingos.

Imagem interna de baixo para cima. Grande rampa em formato espiral com uma enorme coluna ovalada no centro. Teto em estrutura metálica todo quadriculado com placas plásticas beges semi-transparentes.

Conjunto Nacional. Foto: Jose Cordeiro/SPTuris.

Do outro lado está o Conjunto Nacional. Na próxima quadra, observe um casarão construído em 1905: trata-se do Palacete Franco de Melo (nº 1.919), único remanescente da primeira fase residencial da avenida. Na mesma calçada você encontrará o parque mais recente da Paulista, Parque Mário Covas (nº 1.853), inaugurado em 2010, que pode ser considerado um local ideal para descanso e leitura. Possui bicicletário e uma CIT – Central de Informação Turística, parada obrigatória para quem deseja conhecer as opções de lazer na cidade de São Paulo.

Imagem interna de um parque. No centro, uma alameda pavimentada por pequenas pedras portuguesas brancas. Nas laterais, uma grande mata com vegetação rasteira e grandes árvores. Do lado esquerdo, à beira da alameda, um antigo poste de ferro preto com uma luminária de vidro branco fosco no topo. Do lado direito, local para estacionamento de bicicletas.

Parque Trianon – Parque Tenente Siqueira Campos. Foto: Jose Cordeiro/SPTuris.

Duas quadras adiante, você avistará o Parque Tenente Siqueira Campos, conhecido como Parque Trianon, que possui vegetação remanescente da Mata Atlântica e destaque para suas esculturas internas: Fauno, de Vitor Brecheret (1942) e Aretusa, de Francisco Leopoldo da Silva (1920).

Do outro lado da avenida, está um dos mais famosos museus da cidade, o Masp – Museu de Arte de São Paulo (nº 1.578), projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi. Aos domingos, acontece a tradicional feira de antiguidades da Paulista no vão livre do museu. Siga em frente e você verá uma construção em formato de pirâmide, o Centro Cultural Fiesp (nº 1.313) e depois o Espaço Cultural Citi (nº 1.111).

No número 900 da avenida encontram-se o prédio da Fundação Cásper Líbero, a sede da TV e Teatro Gazeta e o cinema Reserva Cultural, que exibe filmes fora do circuito comercial. A chegada da tradicional Corrida de São Silvestre, no dia 31 de dezembro, acontece em frente a este edifício.

Grande avenida muito larga com duas pistas e 4 faixas cada, onde trafegam vários carros e ônibus. Entre elas, uma ciclovia com piso vermelho, e um poste preto retangular e bastante alto no centro, com um semáforo no topo. Em ambas as laterais da avenida, largas calçadas, vários pedestres e dezenas de edifícios comerciais lado a lado, do começo ao fim. Tudo sob um céu muito azul sem nuvens.

Avenida Paulista. Foto: José Cordeiro/SP Turis.

Atravesse a avenida, no nº 709 estará defronte a uma construção de 1930, que, na década de 1960, foi utilizada como atelier do renomado estilista Dener. Caminhe mais um pouco e conheça na esquina da Rua Maria Figueiredo, o Instituto Pasteur (nº 393) – construção de 1930, referência no estudo da doença raiva.

Na esquina da Rua Teixeira da Silva, observe o edifício da Escola Estadual Rodrigues Alves (nº 227), fundada em 1907, com projeto de Ramos de Azevedo.

Do outro lado da Avenida, está o Hospital Santa Catarina (nº 200), inaugurado em 1906 pela Congregação Assistencial Santa Catarina. Conheça a Capela Santa Catarina inaugurada em 1920, o Jardim das Rosas em sua entrada e algumas passagens da vida da Santa retratada pelo pintor italiano Marco Ulgheri em afrescos de 1998.

Voltando ao lado ímpar, encontra-se o Itaú Cultural (nº 149), com ótima programação gratuita, e a Casa das Rosas (nº 37), mansão em estilo clássico francês, construída em 1935, projeto do escritório Ramos de Azevedo.

Visite também na região dos Jardins:

Nos Jardins concentram-se algumas das principais grifes mundiais e nacionais, galerias, teatros, docerias, cafeterias, além dos melhores e mais conhecidos restaurantes da cidade. Para explorar esta região tão famosa pelo seu requinte, caminhe pelas suas principais ruas: Oscar Freire, Augusta, Haddock Lobo, Bela Cintra e Alameda Lorena.

Nossos Parceiros Estratégicos
Logo ABIH
Logo Sindicato Estadual dos Guias de Turismo de São Paulo – SINDEGTUR SP
Logo ABTLGBT
Logo Comtur
Logo São Paulo Convention & Visitors Bureau
Logo Turismo Sustentável e Infância
Logo Aprecesp