Sua Viagem

Transporte Urbano

Em São Paulo, assim como em todo o Brasil, a circulação de veículos acontece pelo lado direito da via (mão francesa). Se você chegou à cidade de carro ou decidir alugar um, fique atento ao rodízio municipal de veículos e estacione apenas em locais apropriados.

Rodízio

Aplicada a automóveis e caminhões, a Operação Horário de Pico consiste em um sistema de revezamento de acordo com o final da placa e dia da semana, segundo o qual os veículos não podem circular nas ruas e avenidas do chamado Centro Expandido, das 7h às 10h e das 17h às 20h. Não há rodízio aos sábados, domingos e feriados. Em caso de dúvidas consulte a Central de Operações da CET pelo telefone 1188.

Dia segunda terça quarta quinta sexta
Final da placa 1 e 2 3 e 4 5 e 6 7 e 8 9 e 0

Saiba mais:

Entenda como funciona o rodízio e acompanhe o trânsito na cidade por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego.

Aluguel

A cidade de São Paulo é servida pelas principais marcas de locadoras de carros do mundo. Informe-se com os representantes delas em sua cidade. Mais informações podem ser obtidas no site da Associação Brasileira de Locação de Automóveis.

Sustentabilidade:

Dê preferência ao transporte público. Caso não seja possível, opte pela utilização de combustíveis menos poluentes.

Estacionamento

Estacionar veículos na rua é possível apenas onde for indicado. Há locais em que é permitido estacionar somente com o preenchimento do Cartão Azul Digital – CAD, que pode ser obtido através de aplicativos de smartphone e tablets específicos. É possível realizar a compra sem o aplicativo em pontos de vendas como bancas de jornais, bares, lanchonetes, drogarias, mercados e padarias que fornecem o serviço, procure pelo símbolo zona azul. O período de utilização é limitado a 1 hora ou 2 horas e o valor do cartão avulso é R$ 5,00.

 

Acessibilidade:

Idosos, cadeirantes e demais pessoas com mobilidade reduzida possuem vagas exclusivas em espaços comerciais e vias públicas, desde que o veículo esteja devidamente identificado.

Informação para Estrangeiros

Estrangeiros que desejam dirigir em São Paulo poderão conduzir por até 180 dias a partir da entrada no país. Para isso, o condutor deve ser habilitado em um dos países signatários da Convenção de Viena ou que adote a reciprocidade com o Brasil. É necessário que porte a Carteira de Habilitação do país de origem (respeitando sua data de validade), acompanhada de documento de identificação pessoal.

Atenção!

O uso de celular ao volante é proibido e passível de multa. O motorista que for flagrado dirigindo após consumir bebida alcoólica poderá perder a habilitação, pagar multa e ser detido.

As cinco linhas são a 1-Azul, que faz o trajeto Norte-Sul ligando o Tucuruvi ao Jabaquara; a 2-Verde que atravessa a Avenida Paulista ligando a estação Vila Madalena à Vila Prudente; a 3-Vermelha, que faz o trajeto Leste-Oeste ligando Corinthians-Itaquera à Palmeiras-Barra Funda, a 4-Amarela, que percorre o trecho entre a Estação da Luz até o Butantã, e a 5-Lilás, do Capão Redondo à estação Brooklin.

A malha viária do Metrô se integra com a dos trens metropolitanos. Veja todas as ligações no mapa:

Importante!

A tarifa do bilhete unitário, válido para uma viagem, é de R$ 3,80.

Bilhete Único

Também faz integração entre os ônibus e as linhas de metrô. Informações no site do Metrô – tel.: 0800 770 77 22, no site da Via Quatro – tel.: 0800 770 71 00 ou ainda no site da SPTrans – tel.: 0800 771 01 18.

Saiba Mais:

Bilhete Lazer – BLA: viaje com desconto no Metrô e trens da CPTM entre as 18h dos sábados até o encerramento da operação dos domingos. O BLA pode ser adquirido pelo valor de R$ 2,00 e é recarregável nos postos do Bilhete Único, com múltiplos de 10 viagens. Atenção: o BLA não é aceito nos ônibus.

Acessibilidade

Várias estações do nosso sistema ferroviário possuem elevadores, escadas rolantes, pisos táteis e avisos sonoros. Deficientes físicos, pessoas com crianças de colo, idosos, obesos, gestantes e pessoas com restrição de mobilidade por qualquer motivo usufruem de espaços para cadeiras de rodas e/ou assentos preferenciais, não precisando permanecer nas filas. O acesso de pessoas com deficiência visual acompanhadas de cão-guia é permitido em todas as estações.

 

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) possui seis linhas complementares ao sistema do metrô e faz ligação entre a capital paulista e cerca de 30 municípios da região metropolitana, como Jundiaí, Mogi das Cruzes e Itapevi.

São mais de 100 estações operando diariamente, das 4h à meia noite, nos quatro cantos da cidade. O bilhete unitário custa R$3,80 e as integrações feitas entre metrô e trens são gratuitas.

As seis linhas são 7-Rubi, que liga Jundiaí até a Luz; 8-Diamante, que sai de Amador Bueno e vai até Júlio Prestes; 9-Esmeralda, que percorre a Marginal Pinheiros ligando Grajaú a Osasco; 10-Turquesa, da estação Rio Grande da Serra a Bresser-Mooca; 11-Coral, na zona Oeste, que liga Estudantes, passando por Poá, a Luz, e por fim a linha 12-Safira, de Calmon Viana a estação Brás.

 

Imperdível!

Expresso Turístico: a CPTM disponibiliza aos finais de semana passeios de trem que saem da Estação Luz para três diferentes destinos turísticos da região metropolitana: Jundiaí, Mogi das Cruzes e Paranapiacaba. Para consultar mais detalhes sobre o Expresso Turístico, acesse aqui.

Mais informações sobre a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos no tel.: 0800 055 0121 ou no site.

Acessibilidade:

Assim como o metrô, o sistema da CPTM também oferece conforto e segurança para deficientes e pessoas com mobilidade reduzida por meio de estações e trens acessíveis, equipamentos adaptados, diversos tipos de sinalização e assentos preferenciais.

 

É fácil encontrar táxis em São Paulo: são quase 34 mil veículos cadastrados. Os táxis comuns em São Paulo são identificados pela cor branca e placa vermelha.

Foto: José Cordeiro/ SPTuris

O preço a ser pago é indicado pelo taxímetro, localizado no painel. Há três categorias: comum, especial e luxo, sendo que estas duas últimas oferecem um serviço diferenciado e custam um pouco mais caro.

Para táxis comuns, é cobrado um valor fixo da bandeirada equivalente a R$ 4,50, além de um valor que varia conforme a quilometragem, dia e o horário:

• Bandeira 1 (segunda a sábado das 6h às 20h) R$ 2,75 por quilômetro.

• Bandeira 2 (segunda a sábado das 20h às 6h, domingos e feriados) R$ 3,58 por quilômetro.

Para saber valores aproximados e frotas entre bairros de São Paulo e os principais aeroportos acesse:

ADETAX – Associação das Empresas de Táxi de Frota do Município de São Paulo

SINDITAXI – Sindicato dos Taxistas Autônomos de São Paulo

Você sabia?

São Paulo tem aproximadamente 1 táxi para 300 habitantes. A frota paulistana é quase três vezes maior do que a de Nova York!

 

 

No 1º plano destaca-se um ciclista utilizando uma ciclofaixa com piso vermelho e demarcada nas laterais por peqyenos blocos brancos. À esquerda, uma rua com carros estacionados junto à calçada. Ao fundo e à esquerda, destaca-se a grande torre do relógio, da Estação da Luz.

Ciclofaixa na Praça da Luz.
Foto: Jose Cordeiro/SPTuris.

Pedalar por São Paulo está cada vez mais agradável e seguro com a implantação da nova estrutura cicloviária. A bicicleta é uma excelente opção para quem deseja conhecer a cidade e explorar seus pontos turísticos.

Se você não trouxe sua magrela, não se preocupe! Há diversos locais na cidade onde é possível alugar uma. Além disso, vem aumentando a quantidade de locais bike friendly, equipados para receber bem quem chega pedalando.

Sustentabilidade:

Andar de bicicleta não polui o meio ambiente, queima calorias e ainda te livra do trânsito!

Nos últimos anos, a cidade ganhou mais de 400 quilômetros de vias apropriadas para a circulação de bicicletas no total, incluindo ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas. Há ainda a Ciclofaixa de Lazer: faixa temporária que funciona apenas aos domingos e feriados nacionais, das 7h às 16h, com sinalização vertical e horizontal, segregada do tráfego por cones, caveletes ou outros elementos.

No Metrô e na CPTM, as bikes são permitidas no último vagão: de segunda a sexta, a partir das 20h30; sábados após as 14h; o dia inteiro aos domingos e feriados. Os terminais metropolitanos da EMTU também oferecem vagas para bicicletas.

Dicas:

Não deixe de levar com você alguns itens indispensáveis para uma volta de bicicleta, como água, barras de cereal ou frutas, protetor solar, boné e capa de chuva. Veja muito mais em SP de Bike.

São Paulo é a cidade que possui a maior frota de helicópteros no mundo. Esta é mais uma das formas que você pode utilizar para se locomover na cidade com rapidez e praticidade.

Há empresas de táxi aéreo que oferecem, inclusive, roteiros turísticos para que você possa conhecer nossos atrativos a partir de ângulos incríveis. Os passeios têm, em média, duração de 30 minutos a 1 hora e o preço varia de acordo com o pacote contratado.

Além disso, São Paulo possui também um heliporto, o Helicidade, localizado na zona oeste da cidade, que oferece conforto e serviços para os passageiros. Saiba mais.

 

Imagem em close de um Bilhete Único segurado por 2 dedos de uma pessoa. O bilhete é do tamanho de um cartão de crédito, na cor azul clara. No lado esquerdo, um círculo vermelho com as palavras “BILHETE ÚNICO”. Do lado direito, o logotipo da Prefeitura e abaixo as palavras “PREFEITURA DE SÃO PAULO” em letras pretas.

A oferta de transporte público em São Paulo é muito ampla. A cidade conta com a maior rede ferroviária e metroviária do país, além de uma frota com cerca de 15 mil ônibus, que podem circular em corredores e faixas exclusivas nos horários de pico.

O passageiro embarca pela frente e desembarca pela parte de trás. Nos corredores de ônibus, o embarque e o desembarque são feitos pelas portas que ficam do lado do motorista.

Importante!

A tarifa de ônibus na cidade de São Paulo é de R$ 3,80. Mais informações: Confira aqui.

Informações sobre horário de funcionamento e itinerários de ônibus podem ser adquiridas pelo telefone 156 – ligação gratuita. Consulte também nossas sugestões de Aplicativos para tablet e celular aqui.

Bilhete Único

Nos postos da SPTrans, terminais de ônibus, estações do Metrô e outros estabelecimentos credenciados o visitante pode comprar um Bilhete Único, cartão magnético que deve ser carregado com créditos.

Existem duas opções de recarga: cotas em dinheiro ou por tempo (viagens ilimitadas dentro de um período – diário, semanal e mensal). Quem não possui o Bilhete Único pode pagar a tarifa diretamente ao cobrador, mas quem tiver, pagará menos na integração ônibus + trem/metrô.

Saiba Mais:

Há ônibus intermunicipais com tarifas diferenciadas. Consulte aqui.

Acessibilidade

Deficientes físicos e passageiros com mobilidade reduzida (idosos, gestantes e obesos) encontram veículos com piso baixo nos grandes corredores e em vias exclusivas. Os ônibus não possuem obstáculos internos e há áreas reservadas, com dispositivos para retenção da cadeira de rodas, além dos assentos especiais reservados.

Veja também:

Informações sobre serviço de ônibus especial para o Aeroporto de Guarulhos, o Airport Bus Service, podem ser adquiridas pelo telefone 0800 724 0555 ou pelo site: Confira aqui.

 

Nossos Parceiros Estratégicos
Logo ABIH
Logo Sindicato Estadual dos Guias de Turismo de São Paulo – SINDEGTUR SP
Logo ABTLGBT
Logo Comtur
Logo São Paulo Convention & Visitors Bureau
Logo Turismo Sustentável e Infância
Logo Aprecesp