Acontece

Novidades

Top 9 - Pontos Turísticos

Museu de Arte de São Paulo (MASP). Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

A capital paulista é o principal destino de negócios e entretenimento do país. Entre tantos pontos turísticos na cidade, separamos uma lista com os 10 principais, imperdíveis para quem está na cidade.

1 – Masp/ Avenida Paulista

Localizado no coração da cidade, a Avenida Paulista é um dos principais centros financeiros e culturais da capital. Por lá, passam milhares de pessoas por dia. Além de possuir diversas opções de lojas e restaurantes, é palco de grandes eventos e também abriga grandes centros comerciais e culturais.

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp) se destaca na Avenida. O espaço fica aberto para visitação de terça a domingo, com entrada a R$ 25 e gratuita às terças. Com um acervo permanente de oito mil peças tombadas pelo Patrimônio Histórico Nacional, é um dos mais importantes museus do hemisfério Sul, com obras dos mais renomados artistas nacionais e internacionais.

O edifício que abriga o museu é um dos cartões-postais da cidade e possui um restaurante, uma cafeteria, um espaço para as crianças soltarem a criatividade com desenhos e pinturas, entre outras atividades. Aos domingos, o local recebe uma feira de antiguidades com diversos artigos com garantia de autenticidade.

Em frente ao Masp, do outro lado da Paulista, localiza-se o Parque Tenente Siqueira Campos, conhecido como Trianon. Seus 48.600 m² de área abrigam a vegetação remanescente da Mata Atlântica com espécies nativas, compondo um cenário tranquilo para as diversas opções de lazer e atividades que acontecem ali. O parque está aberto todos os dias, das 10h às 18h.

Casa das Rosas. Foto: Jose Cordeiro/Turis

Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura possui um lindo jardim e diversos programas culturais voltados para a poesia, literatura e arte, conforme a programação disponível no site. O casarão que hoje abriga as várias atividades foi construído em 1935 e foi projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo. A casa funciona de terça a sábado, das 10h às 22h, e em domingos e feriados, das 10h às 18h.

Na outra ponta da Avenida, próximo a Avenida Consolação, está o Conjunto Nacional, um centro comercial que abriga diversas lojas, cinema, um centro de exposições e apresentações, além de diversas opções de restaurantes. O conjunto também possui um grande relógio construído em 1962. Ponto de encontro e referência na cidade, o local funciona de segunda a domingo, até as 22h.

2 – Mercado Municipal

Considerado o maior centro de abastecimento da cidade, o Mercadão abre as portas todos os dias, das 6h às 18h, e aos domingos até as 16h. Localizado entre a Rua 25 de Março e o Metrô São Bento, é famoso por possuir uma grande diversidade de frutas, legumes e quitutes, além de outros tipos de mercadorias como queijos, temperos, frutos do mar, vinhos, etc.

O prédio, com vitrais e um estilo arquitetônico que encanta, é um ótimo local para um lanche ou almoço. Além de pontos espalhados pelo Mercadão, no mezanino há uma grande concentração de restaurantes com deliciosos quitutes, sendo os mais famosos o sanduíche de mortadela e o pastel de bacalhau.

3 – Parque Ibirapuera

Parque Ibirapuera. Foto: Jose Cordeiro/SPTuris

Um dos parques mais visitados da cidade possui diversas opções de lazer. O Parque abriga áreas para atividades físicas, ciclovias, 13 quadras e playgrounds, lagos, espaço para piqueniques, local para locação de bicicletas, entre outros.

Possui também diversos centros culturais importantes: o Museu de Arte Moderna (MAM), fundado em 1948, é um espaço com cerca de quatro mil obras da arte contemporânea; o Pavilhão da Bienal, palco de diversos eventos importantes da capital; a Oca, conhecida por ter sediado exposições renomadas, como a de Picasso; o Pavilhão Japonês, um espaço para a difusão da cultura oriental; e o Planetário, um lugar para conhecer um pouco do mundo da astronomia.

4 – Centro

Catedral da Sé. Foto: Jose Cordeiro/SPTuris

O Centro da cidade possui diversos lugares históricos e imperdíveis, como a Catedral da Sé. Considerada um dos cinco maiores templos neogóticos do mundo, ela oferece visita histórica guiada aos visitantes, com diversos horários de terça a domingo e preço a R$ 5, além de diversos horários de missa.

Em frente à Catedral, encontra-se o Marco Zero, um monumento de mármore em forma hexagonal que traz um mapa das estradas que partem de São Paulo com destino a outros estados.

Também no centro, está localizado o Pateo do Collegio. O marco histórico da cidade é considerado o berço de São Paulo, pois foi a partir dele que a cidade teve origem. Em suas dependências oferece cursos, oficinas e outros projetos. Comporta ainda o Museu Anchieta, com exposições de objetos pertencentes a Anchieta, uma igreja e a Biblioteca Padre Antonio Vieira, com um acervo de livros históricos, aberta ao público.

Mosteiro São Bento também é uma ótima opção na região. Com mais de 400 anos de história, a basílica possui uma arquitetura datada no século XVII e decoração com afrescos e murais, além de um relógio externo alemão. O local pode ser visitado todos os dias, das 6h às 18h, exceto quinta-feira. As missas, realizadas todas as manhãs, são contempladas com canto gregoriano. De segunda a sexta às 7h, sábados às 6h e domingos, com o canto e órgão, às 10h.

Ao final, não deixe de passar pela lojinha de pães do Mosteiro, com produtos produzidos pelos próprios monges. No último domingo do mês também ocorre um café da manhã produzido pelos monges; os convites devem ser adquiridos com antecedência.

Teatro Municipal. Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

Próximo à estação Anhangabaú do metrô, o Theatro Municipal é um dos grandes cartões-postais da cidade. Começou a ser construído em 1903, projetado por Cláudio Rossi e desenhado por Domiziano Rossi. Foi inaugurado pela ópera de Hamlet, de Ambroise Thomas, para uma multidão de 20 mil pessoas. Passou por várias restaurações para torná-lo mais moderno, sem perder o glamour da época.

O teatro sedia ainda escolas de música e dança que se apresentam em seu palco. Também há um restaurante em seu interior. Visitas para conhecer o local em dias que não tem apresentação podem ser feitas com datas prévias que estão disponíveis no site.

5 – Luz

Estação da Luz. Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

Estação da Luz foi aberta em 1º de março de 1901. No passado, foi considerada a “sala de visitas” de São Paulo, pois recebia diversas personalidades e pessoas vindas do interior, que desembarcavam todos os dias na estação. O complexo arquitetônico da Estação da Luz é tombado, desde 1982, e as estruturas que foram trazidas da Inglaterra copiam o Big Ben e a abadia de Westminster.

Nos finais de semana é possível fazer uma visita histórica monitorada pelo prédio da Estação da Luz. Com duração de aproximadamente 50 minutos, os visitantes percorrem pontos históricos e arquitetônicos do prédio, conhecem a história e a importância da estação. Partindo do Museu da Língua Portuguesa, o passeio acontece todos os sábados, domingos e feriados, às 12h e 14h.

Pinacoteca. Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

Em frente ao Museu, fica a Pinacoteca do Estado, projetada pelo arquiteto Ramos de Azevedo em 1895. As primeiras doações para o museu foram peças dos consagrados artistas Benedito Calixto, Pedro Alexandrino e José Ferraz de Almeida Junior. No acervo, há cerca de nove mil peças, além de exposições temporárias. Também oferece outras atividades que podem ser consultadas no site. Funciona de terça a domingo, das 10h às 17h30, até as 22h nas quintas, com entrada franca aos sábados.

Na Pinacoteca, há uma cafeteria que serve almoços em um espaço com vista para o Jardim da Luz, um dos mais antigos parques públicos. O parque é tombado e possui um bosque com pássaros das mais diversas espécies, uma população de bichos-preguiça, espelho d’água e lagos com peixes. Além disso, possui um aquário subterrâneo com carpas coloridas. A entrada é gratuita.

Museu de Arte Sacra de São Paulo. Foto: Jose Cordeiro/SPTuris

Próximo à estação fica o Mosteiro da Luz, que possui uma igreja, um Memorial em homenagem ao Santo Antônio de Sant’anna Galvão, com um acervo de objetos pertencentes ao frei. Abriga também o Museu de Arte Sacra, com um acervo composto por altares, imagens sacras, livros raros, telas, objetos e vestimentas litúrgicas. O museu funciona de terça a domingo, das 10h às 18h, com entrada franca aos sábados.

6 – Bairro da Liberdade

Liberdade é um reduto da cultura japonesa em São Paulo desde 1912. Possui decoração temática nas ruas com as tradicionais lanternas japonesas, além da arquitetura marcante da cultura que pode ser vista em diversos pontos do bairro. Muitos dos letreiros são em japonês e boa parte dos residentes no bairro fala a língua materna.

O bairro possui ainda uma grande quantidade de produtos e comidas típicas, além de uma feirinha de artesanato que ocorre aos domingos na saída do metrô Liberdade. Na Rua São Joaquim, também fica localizado o Templo Busshinji, que pode ser visitado com agendamento.

7 – Vila Madalena

Beco do Batman. Foto: Caio Pimenta/ SPTuris.

Reduto dos boêmios de plantão, pelas ruas da Vila Madalena funcionam bares para todos os gostos: há botecos desde clássicos até os mais agitados. Quem não dispensa música ao vivo e quer mais agitação “baladeira” também tem várias opções.

Outro ponto interessante do bairro é o Beco do Batman, uma galeria a céu aberto, localizado na Rua Gonçalo Afonso. As paredes da via são totalmente cobertas por grafites de artistas nacionais e estrangeiros. O bairro também é um ótimo lugar para fazer compras.

8 – Museu do Futebol

Museu do Futebol. Foto: Jose Cordeiro/SPTurisl

Em uma área de 6,9 mil metros, localizado embaixo das arquibancadas do Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, conhecido como Pacaembu, fica o Museu do Futebol. Com visitas de terça a domingo, das 9h às 17h, o acervo multimídia preserva os principais e mais importantes momentos do futebol.

O museu não tem ligação com nenhum time específico e quem vai ao museu pode conhecer diversas salas em homenagem tanto aos grandes nomes do futebol quanto aos grandes momentos. Ainda é possível ouvir algumas narrações, conhecer a origem, entre outros assuntos relacionados ao futebol.

 

9 – 25 de Março

A Rua 25 de Março é um centro de compras popular da cidade. Toda a região ao redor é dedicada ao comércio de bijuterias, brinquedos, objetos de decoração e outros acessórios para casa. Na Ladeira Porto Geral, por exemplo, é possível encontrar lojas de fantasias, onde as noivas se divertem com as compras de adereços engraçados para animar suas festas de casamento.

Serviço:

Masp – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand

End.: Avenida Paulista, 1578 – Bela Vista – São Paulo (próximo à estação do metrô Trianon-Masp).
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h (bilheteria aberta até 17h30). Quinta-feira, das 10h às 20h (bilheteria até 19h30).
Preço: R$ 25 (estudantes, professores e aposentados com comprovantes pagam meia-entrada). Toda terça e quinta, após 17h, a entrada é gratuita. Menores de dez anos e maiores de 60 anos não pagam.
Tel.: (11) 3251-5644

Casa das Rosas

End.: Avenida Paulista, 37 – Jardim Paulista – São Paulo (próximo à estação Brigadeiro do metrô).
Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 22h. Domingos e feriados, das 10h às 18h.
Tel.: (11) 3285-6986

Parque Tenente Siqueira Campos (Trianon)

End.: Rua Peixoto Gomide, 949 (altura do nº 1700 da Av. Paulista) – Cerqueira César – São Paulo – SP.
Horário de funcionamento: diariamente das 6h às 18h.
Tel.: (11) 3253-4973/ (11) 3289-2160

Condomínio Conjunto Nacional

End.: Avenida Paulista, 2073 – São Paulo – SP.
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 7h às 22h, domingos e feriados, das 10h às 22h – Centro Comercial (piso térreo) e de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, sábado, das 7h às 19h – edifícios comerciais (Horsas).

Mercado Municipal

End.: Rua da Cantareira, 306 – São Paulo – SP.
Horário de funcionamento: atacado: segunda a sábado, das 22h às 6h. Varejo: segunda a sábado, das 6h às 18h. Domingos e feriados, das 6h às 16h.
Tel.: (11) 3313-3365

Parque do Ibirapuera

End.: Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº (portões 2, 3 e 10), Av. IV Centenário – portões 6 e 7A, Av. República do Líbano – portão 7 – São Paulo – SP.
Tel.: (11) 5574-5045

Catedral da Sé 

End.: Praça da Sé, s/nº – Centro – São Paulo – SP.
Horário de funcionamento: durante a semana aberto das 8h às 19h, sábado, das 8h às 17h, e domingos, das 8h às 13h e das 14h às 18h. Missa: segunda e sexta, às 9h, às 12h e às 17h. Terça, quarta e quinta, às 12h e às 17h. Sábado: aberto das 8h às 17h. Missa: às 12h. Domingo: aberto das 8h às 13h e das 15h às 18h. Missas: às 9h, 11h e 17h. Visita monitorada de segunda à sexta-feira, das 09h às 11h30 e das 13h às 16h30, aos sábados, domingos e feriados, das 09h às 11h30 e das 13h às 15h.
Preço: visitas monitoradas: R$ 5 por pessoa, crianças até 7 anos não pagam.
Tel.: (11) 3107-6832

Pateo do Collegio

End.: Praça Pateo do Collegio, 2 – Centro – São Paulo (próximo ao metrô Sé)
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 17h. Para visita monitorada é preciso agendar de segunda a sexta, das 13h às 16h
Preço: Museu Anchieta – R$ 6 (inteira), R$ 3 para estudantes, R$ 2 para alunos de escola pública. Gratuito para crianças de até sete anos, pessoas maiores de 60 anos e deficientes físicos.
Tel.: (11) 3105-6898

Museu Anchieta

End.: Praça Pateo do Collegio, 2 – Centro – São Paulo – SP.
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 16h30.
Preço: R$ 6 (inteira), R$ 3 para estudantes, R$ 2 para alunos de escola pública e gratuito para crianças de até sete anos e pessoas maiores de 60 anos. Para visita monitorada é preciso agendar de terça a sexta, das 8h40 às 16h30.
Tel.: (11) 3105-6899

Mosteiro de São Bento 

End.: Largo de São Bento, s/nº – Centro – São Paulo – SP.
Horário de funcionamento: segunda, terça, quarta e sexta-feira, das 6h até o término da missa das 18h. Sábado e domingo, das 6h às 12h e das 16h às 18h. Quinta-feira a igreja fecha às 8h e reabre às 11h30. Missas: de segunda à sexta-feira, 7h – com canto gregoriano -, 13h e 18h. Sábado, 6h – com canto gregoriano. Domingo, 8h30 – com órgão -, 10h – com canto gregoriano e órgão.
Tel.: (11) 3328-8799

Theatro Municipal
End.: Praça Ramos de Azevedo, s/nº – São Paulo – SP.
Tel.: (11) 3397-0300

Pinacoteca do Estado

Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h.
End.: Praça da Luz, 2 – Luz – Centro (Metrô Luz).
Preço: R$ 6 (inteira) e R$ 3 para estudantes, crianças e idosos. Grátis aos sábados.
Tel.: (11) 3324-1000

Jardim da Luz

End.: Rua Ribeiro De Lima, s/nº – Bom Retiro – São Paulo – SP.
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 8h às 18h (abre às 5h para atividades físicas).
Tel.: (11) 3227-3545

Mosteiro da Luz 

End.: Avenida Tiradentes, 676 – Luz – São Paulo – SP.
Horário de funcionamento: diariamente, das 8h às 17h. Missas: segunda a sexta, às 7h; sábado, às 8h e às 16h; e domingo, às 8h, 10h30 e 16h.
Tel.: (11) 3311-8745

Museu de Arte Sacra de São Paulo

End.: Avenida Tiradentes, 676 – Luz – São Paulo – SP.
Horário de funcionamento: de quarta a sexta, das 9h às 17h, sábado e domingo, das 10h às 18h (bilheteria até as 17h30).
Preço: R$ 6 (meia-entrada para estudantes e grátis para idosos, crianças até sete anos e aos sábados).
Tel.: (11) 5627-5393/ (11) 3326-5393/ (11) 3326-3336/ (11) 3326-1373

Templo Busshinji

End.: Rua São Joaquim, 285 – Liberdade – São Paulo – SP.
Tel.: (11) 3208-4515/ (11) 3208-4345

Museu do Futebol

End.: Praça Charles Miller, s/nº – Pacaembu.
Horário de funcionamento: terça a domingo, exceto nos dias de jogos no Pacaembu, das 9h às 17h.
Tel.: (11) 3664-3848

 

Nossos Parceiros Estratégicos
Logo ABIH
Logo Sindicato Estadual dos Guias de Turismo de São Paulo – SINDEGTUR SP
Logo ABTLGBT
Logo Comtur
Logo São Paulo Convention & Visitors Bureau
Logo Turismo Sustentável e Infância
Logo Aprecesp