Acontece

Novidades

Prédios curiosos em São Paulo

Considerada a capital brasileira de arranha-céus, São Paulo recebe muitos turistas motivados a conhecer diversos prédios famosos ou com arquitetura diferenciada. Segundo levantamento realizado pelo Observatório de Turismo e Eventos (núcleo de estudos e pesquisas da São Paulo Turismo) cerca de 3% dos visitantes que se dirigem às Centrais de Informação Turística (Cits) busca conhecimento sobre arquitetura, arte e design da capital.

É possível dizer que quem transita pelas ruas de São Paulo, a fim de apreciar as construções de diferentes estilos, formas e tamanhos, faz uma imersão pela história da capital e por grandes nomes da arquitetura.

Confira lista de alguns lugares que são considerados ícones arquitetônicos de São Paulo.

Pateo do Collegio. Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

Pateo do Collegio – O local que marca a fundação da cidade de São Paulo, ainda conserva algumas características arquitetônicas do século XVI. A construção abriga o Museu e a Capela Padre Anchieta, com uma coleção de cerca de 700 objetos, muitos pertencentes à antiga igreja e Colégio dos Jesuítas.

Theatro Municipal. Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

Theatro Municipal – Possui a decoração mais rica de São Paulo, com pinturas em ouro e majestosas escadarias. O monumento foi projetado em 1903 pelos arquitetos Domiziano Rossi e Cláudio Rossi do Escritório Técnico Ramos de Azevedo. Foi inaugurado em 1911 e recebeu a Semana de Arte Moderna de 1922.

Mosteiro de São Bento – Foi projetado pelo arquiteto Richard Berndl, professor da Universidade de Munique, em 1910. A construção abriga a Basílica Nossa Senhora da Assunção e o Colégio de São Bento.

Edifício Guinle – Considerado o primeiro prédio vertical de São Paulo, e umas das primeiras construções de concreto armado do Brasil, foi projeto pelos arquitetos Hipólito Gustavo Pujol Júnior e Augusto de Toledo. Construído entre 1913 e 1916, a fachada do prédio possui ramos e frutos de café.

Edifício Martinelli – O arquiteto húngaro William Fillinger, da Academia de Belas Artes de Viena, foi o responsável pelo projeto do edifício que teria 12 andares. Entretanto, o empreendedor da obra, Giuseppe Martinelli, tinha a meta de construir 30 andares.  Inaugurado em 1929, na época era o mais alto edifício do mundo fora dos Estados Unidos. A construção possui as três divisões básicas da arquitetura clássica: embasamento, corpo e coroamento.

Tribunal de Justiça  – Com a ornamentação inspirada na arquitetura maia,  o prédio foi projetado em 1933 pelo arquiteto Felisberto Ranzini e inaugurado em 1937 como sede da Bolsa de Valores.

Edifício Matarazzo – Conhecido como Banespinha, por ter recebido uma das sedes do Banco do Estado de São Paulo até 2003, o edifício foi inaugurado em 1939 com o objetivo de ser a sede das Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo. Projetado pelo arquiteto italiano Marcello Piacentini, é a sede desde 2004, da Prefeitura de São Paulo.

Edificio Copan – Projetado por Oscar Niemeyer, em 1954, o prédio é um símbolo da arquitetura moderna brasileira. O edifício em forma de “S” teve seu projeto original encomendado pela Companhia Pan-Americana de Hotéis e Turismo.

Edifício Copan. Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

A SPTuris reúne algumas construções paulistas que se destacam pela arquitetura no roteiro temático Arquitetura pelo Centro Histórico.

Nossos Parceiros Estratégicos
Logo ABIH
Logo Sindicato Estadual dos Guias de Turismo de São Paulo – SINDEGTUR SP
Logo ABTLGBT
Logo Comtur
Logo São Paulo Convention & Visitors Bureau
Logo Turismo Sustentável e Infância
Logo Aprecesp