Acontece

Novidades

O que você não sabe sobre São Paulo

Lugares e Passeios

– O Minhocão fecha para os carros e dá espaço para passeios com o pet, caminhadas e brincadeiras durante as noites. A interdição acontece de segunda a sexta, das 21h30 às 6h e das 15h de sábado às 6h30 de segunda.
– Existem cinemas especiais para mães levarem seus bebês com ambiente totalmente preparado com som e luz ajustados, entre outras adaptações. O CineMaterna exibe filmes para entreter os pais, por isso, não são necessariamente infantis.
– Cemitérios, locais de crimes e lugares supostamente assombrados fazem parte de tours macabros oferecidos por algumas agências de turismo. Além de terror, as atrações carregam um pouco da história da cidade.
– Além dos clássicos, São Paulo abriga ainda museus sobre diversos temas como o museu da tatuagem, da mágica, do relógio, para cegos, do crime, entre muitos outros.
– É possível fazer passeios de barco e até curso de windsurfe na Represa de Guarapiranga.
– Mesmo sem o tempo excessivamente frio, existem pistas de patinação no gelo montadas em shoppings e parques para todas as idades.
– Dá para curtir esportes mais radicais sem sair da cidade. Existem ginásios com estrutura para uma escalada indoor, com equipamentos de segurança e toda a supervisão necessária.
– Existe passeio a cavalo na cidade. Localizado na zona Sul, o Recanto dos Cavaleiros oferece cavalgadas curtas, médias ou longas.
– A Bolsa de Valores de São Paulo é aberta para visitas, com direito a agendamento e monitoria para conhecer mais sobre o espaço de grande importância.
– A capital paulista é agitada e movimentada, mas possui diversos espaços para relaxar, como templos para meditação. O Solo Sagrado de Guarapiranga, que fica às margens da represa, é um local idealizado pelo mestre japonês Mokiti Okada especialmente para a prática.

Guarapiranga. Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

História

– A catedral da Sé como conhecemos hoje só foi completamente concluída em 2004, quando ganhou por fim suas duas torres. Sua construção começou em 1912 e só foi inaugurada em 1954.

Catedral da Sé. Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

– O Shopping Iguatemi foi o primeiro a ser inaugurado no país, em 1966.
– São Paulo é o 10° povoado mais antigo do Brasil.
– O Parque Trianon, na Avenida Paulista, possui vegetação remanescente da Mata Atlântica.
– As feiras livres da cidade acontecem desde meados do século XVII.
– A primeira biblioteca pública da cidade foi a Biblioteca Mário de Andrade, fundada em 1925.
– Uma das últimas vegetações que sobraram da Mata Atlântica em áreas urbanas fica em São Paulo, no Jaraguá. Desde 1994, a região foi tombada como patrimônio da humanidade pela Unesco na qualidade de reserva da biosfera da mata atlântica.

Pico do Jaraguá. Foto: Jose Cordeiro/ SPTuris.

– Em 1930, o bairro Guapira, da zona Norte, ganhou o nome atual de Jaçanã, em referência a espécie de ave ribeirinha que habita a região. O bairro foi imortalizado posteriormente com a música “Trem das Onze”, de Adoniran Barbosa.
– Já o bairro do Sacomã, na zona Sul da cidade, vem do sobrenome da família francesa Saccoman, em especial os irmãos Antoine, Henry e Ernest, fundadores da primeira grande fábrica de produtos cerâmicos no Brasil.
– O bairro onde hoje se localizam a PUC-SP e o Tuca nasceu em meados de 1850. Na época, a região era uma grande chácara e seu proprietário, Joaquim Alves Fidelis, criava uma espécie de ave chamada perdiz, do qual originou o nome do bairro Perdizes.
– O Jabaquara teve a primeira estação do metrô paulistano em funcionamento, como protótipo, em 1972. Entretanto, a primeira viagem comercial aconteceu dois anos depois e ligava o bairro até a estação Vila Mariana do metrô.
– A mais antiga favela de São Paulo data de 1934 e fica no Tucuruvi, no bairro Jardim Barro Branco, na zona Norte.
– O primeiro cemitério da cidade situa-se na Rua da Consolação e foi fundado em 1858.
– Já o cemitério da Vila Formosa, na zona Leste, ostenta o título de o maior do Brasil. Suas 87 mil sepulturas estão distribuídas em uma área de 760 mil metros quadrados.
– O maior complexo habitacional da América Latina fica em São Paulo, na Cidade Tiradentes. São aproximadamente 40 mil unidades.
– O segundo aeroporto mais movimentado do país faz referência ao título de Lucas Antônio Monteiro, o proprietário da região e também conhecido como Visconde de Congonhas (natural de Congonhas do Campo, MG).
– O primeiro zoológico e o primeiro posto zootécnico da cidade abriram em 1892, no local onde hoje situa-se o Parque da Aclimação.
– Em 1954, foi construído no bairro da Saúde o templo Honpa Hongwanji, ligado à escola budista Jodo Shinshu, fundada há mais de 700 anos no Japão. Atualmente, o templo reúne a maior organização budista do país, com cerca de 100 mil fiéis.

Fatos curiosos

– Em 1918, a temperatura baixou tanto na cidade que chegou a “nevar”: flocos esbranquiçados começaram a cair do céu. Porém, o que aconteceu na verdade foi uma sublimação de nevoeiro, um fenômeno meteorológico raro na região sudeste.
– Diversos pontos turísticos de São Paulo estão recebendo sinalização especial nos semáforos de pedestres, como o Masp e o Monumento às Bandeiras.
– São Paulo é a cidade com as maiores comunidades japonesas, libanesas e italianas fora de seus países de origem.
– São Paulo é uma das capitais mais gastronômicas do mundo, com 12,5 mil restaurantes de 52 tipos diferentes de cozinha.
– Temos o 6º melhor restaurante do mundo, o D.O.M, do chef Alex Atala e o Maní, em 46º lugar, da chef Helena Rizzo.
– São consumidas cerca de 1 milhão de pizzas por dia.

Expo Pizzaria: Jose Cordeiro/ SPTuris.

– Temos também cerca de 60 ruas de comércio temático especializado, que vão desde eletrônicos, lustres a luxo.
– Temos algumas das melhores baladas do mundo, incluindo a 8ª melhor casa de música eletrônica, a D-Edge, na Barra Funda.
– Mesmo sendo uma grande metrópole, conservamos aldeias indígenas, nas Áreas de Preservação Ambiental, no extremo sul da cidade, que podem ser visitadas.
– Há três aldeias dentro da área do município, com um total de 1.034 índios da etnia guarani mbya: a Jaraguá, no pico homônimo, e a Tenondê Porã e a Krukutu, no distrito de Parelheiros.
– É possível avistar espécies de bicho-preguiça no Jardim da Luz e capivaras no Rio Pinheiros.
– Sem sair da cidade é possível também avistar o mar (de Itanhaém) em trilhas do Parque Estadual da Serra do Mar, em Marsilac, no extremo sul de São Paulo.
– O que não é possível observar é o andar de número 13º em alguns edifícios da cidade. Por superstição ou “triscaidecafobia”, no Norte do Centro Empresarial Nações Unidas, na Marginal Pinheiros, o 13º não existe. Outro local é o edifício Banco Safra, na Avenida Paulista, que por ordem de Joseph Safra, também aboliu o número.

Dados

– Fundada em 25 de janeiro de 1554, São Paulo é o 10º povoado mais antigo do país.
– São Paulo é a cidade mais populosa do Brasil e da América, e a 7ª do mundo, com 11,3 milhões de habitantes.
– São Paulo possui a maior frota de helicópteros do mundo, com 411 helicópteros e cerca de 2.200 pousos e decolagens por dia. Em média, um pouso a cada 45 segundos.
– A altitude média de São Paulo é de 760 m e o ponto mais alto da cidade é o Pico do Jaraguá, na Serra da Cantareira, com 1.135 metros de altura.
– Já o edifício mais alto é o Mirante do Vale, que fica na “Praça do Correio”, no Centro de São Paulo, com 170 m de altura e 51 andares.
– Também no Centro, a BM&FBOVESPA é a maior bolsa de valores da América Latina e a 3ª maior do mundo, em valor de mercado.

Nossos Parceiros Estratégicos
Logo ABIH
Logo Sindicato Estadual dos Guias de Turismo de São Paulo – SINDEGTUR SP
Logo ABTLGBT
Logo Comtur
Logo São Paulo Convention & Visitors Bureau
Logo Turismo Sustentável e Infância
Logo Aprecesp