Viva São Paulo

Pontos Turísticos

Vila Madalena

Vila Madalena. Foto: Jeferson Pancieri/SPTuris.

A Vila Madalena – ou Vila Madá como dizem os mais íntimos – é um dos bairros mais badalados e agitados de São Paulo e um dos mais descolados do mundo. São inúmeros bares, restaurantes, galerias, grafites, baladas e lojas espalhadas por ruas com nomes inusitados, como a Aspicuelta (um padre espanhol do século 16), a Girassol, a Purpurina ou a Wisard.

E cada estabelecimento tem seu jeitinho especial. Têm os botecos clássicos, daqueles com azulejos na parede, chope gelado, futebol e caldinho de feijão, como o Filial e o São Cristovão, e os com algo a mais, como a Mercearia São Pedro e o Salve Jorge – que dá desconto pra qualquer um que se chame Jorge.

Foto interna de um bar. No 1º plano, na parte de baixo, dezenas de pessoas, sentadas ao redor de várias mesas, bebendo e conversando. No teto, um antigo lustre de cristal. Ao fundo e à direita, várias prateleiras com diversas garrafas, iluminados por luzes alaranjadas.

Vila Madalena. Foto: Caio Pimenta/SPTuris.

Ou um mais moderninho, que mistura bar com restaurante de culinária espanhola e brasileira, que ainda possui uma simpática cadela e muita música. É a Casa da Maria Madalena. Marido de Maria, o Zé, dá nome à balada Zé Presidente, que tem festas variadas, com música brasileira e até ritmos latinos.

O bairro oferece outras diversas baladas para todos os gostos. Para os adeptos de um bom samba, nada melhor que o Ó do Borogodó. Para quem quer sacudir o esqueleto ao som de rock, o Morrison e o Matrix são boas opções. Ainda falando de música brasileira, o Espaço Urucum é uma boa pedida.

Para os fãs de rap e black, o NoLa é uma ótima pedida. E para os mais indecisos, o Estúdio oferece uma festa diferente em cada dia que abre, abrangendo assim diversos estilos musicais. Vale lembrar que toda balada é cercada por bons e baratos botecos, para fazer o esquenta.

Já o Espaço Cultural Puxadinho oferece shows ao vivo de diversas bandas, do rock à nova MPB. E ainda o Centro Cultural Rio Verde, uma casa de shows com festas e apresentações de todos os tipos.

Charme cultural

Vale também visitar a acolhedora Feira Omaguás – batizada com o nome da praça em que está instalada. Reúne, aos domingos, um seleto número de artesãos que expõem e vendem trabalhos originais e de qualidade.

Ateliês e galerias de arte dão toque ainda mais charmoso ao bairro. Perto da curta Rua Gonçalo Afonso é possível descobrir um esconderijo mais conhecido como Beco do Batman. A via estreita forrada com pedras de paralelepípedo esconde exposição a céu aberto de grafite, cujos muros dos dois lados da calçada são adornados pelos desenhos multicoloridos.

Há ainda a A Sétima, galeria que reúne diversos artistas de rua e serve como local de construção coletiva de arte, onde grafiteiros e pintores podem expor e vender seu trabalho.

Localizada em um trecho no qual se confunde Vila Madalena com Pinheiros está a Feira da Praça Benedito Calixto – uma das mais encantadoras da cidade, endereço fundamental para compradores – e gulosos atrás de saborosos quitutes.

Fica repleta de pessoas e tem quase de tudo: roupas, livros, antiguidades, raridades, coleções de discos (LPs) e objetos inusitados como óculos e brinquedos antigos.

Aproveite e almoce (ou petisque): por ali há diversos bares e restaurantes – como o Consulado Mineiro, que vale a longa espera regada a uma deliciosa caipirinha. No meio da praça, uma tradicional roda de choro anima os frequentadores.

Por falar em comida, o que não falta são boas opções culinárias. Algumas misturam a comida com loja de decoração, como o Lá da Venda; ou então o coletivo Armazém da Cidade, que vende comes, bebes, roupas e muito mais – além de promover encontros musicais pelo bairro, cheio de coisas gostosas e lanches à venda.

Ou então a charmosa Oficina da Pizza, que com uma extensa carta de vinhos e uma decoração bastante única serve uma das melhores fatias da região. Isso tudo além de diversos outros restaurantes italianos, vegetarianos, franceses, japoneses e outros “eses”. Sem contar as sorveterias, as docerias e os foodtrucks que frequentam a região.

Para quem gosta de comprar, as opções atendem a todos os gostos. Da marca carioca Farm e sua loja premiada por seu projeto sustentável; do Atelier Machado e seus itens de papelaria deslumbrantes, ou do Estúdio Paulo Alves, com belos móveis feitos de madeira, até os brechós e lojas mais simples, ou ainda opções mais luxuosas, tanto o jovem moderninho quanto o adulto mais elegante vão encontrar o que buscam.

E em Pinheiros, a Teodoro Sampaio, a parte entre a Rua Henrique Schaumann e o Hospital das Clínicas, é ponto de venda e troca de instrumentos musicais. Da Henrique Schaumann para baixo, a via concentra lojas de móveis novos, muitos feitos sob encomenda. Se preferir investir em móveis antigos, vá à paralela Cardeal Arcoverde e divirta-se.

Serviço:

Vila Madalena
End.: Praça Benedito Calixto, s/nº – Pinheiros.

Nossos Parceiros Estratégicos
Logo ABIH
Logo Sindicato Estadual dos Guias de Turismo de São Paulo – SINDEGTUR SP
Logo ABTLGBT
Logo Comtur
Logo São Paulo Convention & Visitors Bureau
Logo Turismo Sustentável e Infância
Logo Aprecesp