Cidade Universitária

Vista aérea da USP. Foto: Marcos Santos.

O projeto original que transformaria a antiga Fazenda Butantã em um polo da Universidade de São Paulo (USP) foi apresentado na década de 30, mas somente no ínicio da década de 60 a Cidade Universitária Armando Salles de Oliveira (nome dado para homenagear um político paulista) foi reformada e passou a ter a configuração atual, e assim se tornou uma grande base de produção cultural, artística e esportiva. Nela também se encontram os órgãos centrais da USP, como o gabinete do reitor, e diversos institutos, como o de Pesquisas Tecnológicas e o de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

A fazenda posteriormente deu nome ao bairro Butantã, localizado na zona oeste da cidade. O complexo começou a ser construído a beira do Rio Pinheiros e, com o passar do tempo, foi se distanciando dele, com as outras unidades sendo construídas um pouco acima do nível do rio. O local hoje tem mais de oito mil metros quadrados e diversas formas arquitetônicas, cercadas por muitas árvores. Os destaques são a Praça do Relógio e o Centro de Práticas Esportivas da Universidade.

A Praça do Relógio é um enorme espaço cercado por diversas árvores, contendo no centro uma torre com um grande relógio na ponta, projetada pelo arquiteto Rino Levi. Criada para ser o coração da cidade, é de fato um local de reunião de alunos e ponto de encontro de visitantes, principalmente para a apreciação do pôr do sol.

Já o Centro de Práticas Esportivas foi inaugurado em 1971 e passou por uma grande ampliação e reforma para sediar a edição dos Jogos Panamericanos de 1975, que acabou não acontecendo no local. Atualmente os alunos e a comunidade USP podem desfrutar de instalações como piscinas, quadras poliesportivas cobertas e ao ar livre, estádios e pistas de corrida.

A Cidade Universitária também se destaca pelos eventos esportivos. Em suas ruas ocorre anualmente a corrida de rua "Volta da USP", além de outras corridas e eventos de ciclismo. O local consegue aliar a pratica de esportes ao romantismo dos banquinhos das praças, cercadas de uma vasta área verde e ar puro, sendo ideal para o desenvolvimento do paulistano e também acolhedora para os visitantes.


Entorno da Praça do Relógio. Foto: Marcos Santos.

Serviço

Cidade Universitária Armando Salles Oliveira
Horário: de segunda a sexta, pedestres, veículos de passeio e ônibus de linha têm acesso liberado das 5h às 20h. Após esse horário o acesso é controlado. Sábados, o acesso é liberado das 5h às 14h e controlado após esse horário. Domingos e feriados, o acesso é controlado a qualquer horário.
Endereço: Rua Alvarenga, altura do número 1700, cruzamento com a Avenida Afrânio Peixoto (Portão principal) – Butantã – Zona Oeste (Próximo a estação Cidade Universitária da CPTM e a estação Butantã do Metrô)
Grátis
Tel.: (11)3091-4222 / (11)3091-3222
www.usp.br

 



As atrações e/ou informações sobre eventos que constam neste site estão sujeitas a mudanças e alterações sem aviso prévio. Evite surpresas telefonando antes de visitar as atrações ou eventos.






Banner
Banner


ARTIGOS MAIS LIDOS